6 de maio de 2011

Ilusão!

Palavra simples, mas de significado imensamente profundo. Há quem diga que a ilusão parte apenas de nossos anseios mais íntimos, da nossa imaginação e que um dia veremos a realidade tal como ela é. Mas e se a realidade for uma ilusão de nossa mente? Como definimos o que é Real e o que é Ilusão? Quem nunca "sonhou" com uma realidade diferente?
Toda realidade parte de uma ilusão, se não fosse assim, como chegariamos à lua, mandariamos robôs a marte, avançariamos na medicina ou em outras áreas de conhecimento? Os conceitos de realidade e ilusão são indissociáveis, pois partimos de um para o outro como se caminhássemos sobre uma ponte.
Qualquer mudança em nossas vidas parte de um sonho; qualquer reviravolta num contexto social parte de uma idealização. E isso é pensado e feito de diversas formas, mas com certeza, se inicia a partir da insatisfação com a realidade vigente, com a análise do que estamos vivendo naquele momento e se isso é o suficiente para sermos felizes. Ilusão não é viver num mundo particular, é analisar uma realidade e buscar melhorias para ela. Ilusão também é uma eterna busca pela felicidade.
Se imaginarmos um jardim com flores de todas as cores, para torná-lo realidade precisamos arar a terra, plantar as sementes e regar até que as flores nasçam!

Um comentário:

  1. Oi, Francy.
    Cá estou eu a usar meu conhecimento de almanaque... A verdade é que seus textos me lembram sábias frases de pessoas que acabaram por deixar luzes (conhecimento) em suas passagens... Nunca passam, afinal... Aqui, uma de Einstein, que diz que "a imaginação é mais importante que o conhecimento".
    Graças a Deus o grande físico disse isso, alçando a imaginação à sua devida importância. Já pensou se fôssemos desprovidos de imaginação? O impossível jamais se tornaria possível...
    Beijos, Carol

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião!